FLEXIBILIDADE

Taí uma palavra de grande amplitude.

Como sempre gosto de fazer, busquei o significado no dicionário e a melhor definição foi: “Capacidade para atuar em variadas formas de atividades e estudos”.

Precisamos exercitar a flexibilidade em diversas situações diárias como no trânsito, em casa, na escola e, principalmente, no trabalho.

Ser flexível significa adequar-se a uma situação estando aberto as inúmeras possibilidades existentes para cada situação. Isso não quer dizer que você precisa abrir mão das suas opiniões ou que está errado, mas sim que está aberto para o novo. Muitas vezes a flexibilidade faz com que você vislumbre novas soluções para uma mesma situação que talvez não tivesse pensado ainda.

Uma coisa é certa: chefe não é flexível, mas LÍDER sim!

Li uma citação interessante que não sei a quem pertence, dizendo que “chefe manda fazer, mas o líder vai junto”! Essa é uma excelente definição de flexibilidade.

Aquele profissional que se intitula chefe, normalmente é assim:

  • Só sua opinião é correta e válida (ou do seu chefe, se houver);
  • Não aceita, sob nenhum argumento, uma sugestão (ou pega e diz que foi sua);
  • Quando recebe uma tarefa, logo arruma alguém para executá-la;
  • É pouco criativo, pois é fechado;
  • Se vangloria das vitórias como se fossem suas e;
  • “Detona” toda a equipe quando as metas não são atingidas, já que a “culpa” nunca é sua, afinal ele sempre “manda” fazer o que é certo;

Já o líder é totalmente diferente, já que:

  • Todos podem e devem opinar, afinal várias cabeças podem pensar melhor que uma;
  • Sempre ajuda a equipe a pensar na melhor estratégia para a execução das tarefas, inclusive ajudando se for necessário;
  • Sempre tem uma idéia criativa que discute com a equipe, pois não tem orgulho de autoria;
  • Divide com todos as vitórias, pois é mérito de todos;
  • Assume a responsabilidade dos erros, afinal ele é o líder e só não erra quem não tenta, certo?

Para um líder flexibilidade é simplesmente fundamental, pois abre os horizontes e o leva a acumular conhecimento e ainda assim sempre contribuir, pois para ele é fundamental dividir com outros tudo que conhece e aprende.

Tive um professor na Fundação Dom Cabral que me impressionou nas suas aulas. Trata-se de um professor altamente qualificado, com PhD, extremamente competente e muito culto. Sempre que alguém dava alguma contribuição para o assunto em pauta, ele parava e pensava por alguns segundos e dizia sempre: “Sabe que eu não havia pensado por este lado?”. Você pode imaginar uma pessoa ser hábil ao ponto de ouvir a contribuição de um aluno e ter a sensibilidade de aceitá-la como uma possibilidade de ponto de vista diferente do que ele já tinha?

Pessoas flexíveis SEMPRE estão abertas a observar o mesmo assunto sobre inúmeros pontos de vista, já que cada pessoa pode ter uma percepção diferente da sua e, talvez, ser de extrema valia.

Tenho trabalhado diariamente minha flexibilidade e percebo que o maior beneficiado dessa evolução sou eu mesmo!

Líderes, PENSEM NISSO: na maioria das vezes seus colaboradores estão mais em contato com os clientes da empresa que você, por motivos óbvios. Por isso eles tem, muitas vezes, mais informações que você! Ouça-os.

Colaboradores: sejam flexíveis em aceitar orientação e sugestões dos seus lideres e nunca deixem de contribuir!

Até a próxima!

UGA, UGA!

JNETO